terça-feira, 4 de agosto de 2009

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLHA DO PEDIATRA


:: DICA DA PÉROLA, MÃE DE DOIS BACURIZINHOS E UM BACURIZÃO, COMO ELA MESMA DIZ...

As duas primeiras dicas falaram sobre busca de informação e a importância do apoio profissional e emocional antes e durante a amamentação. E a terceira dica que vou postar aqui, enviada pela super Mamãe Antenada, a Pérola, vai na mesma linha. Ela tem dois filhos, e falou sobre a importância da escolha do pediatra para que a amamentação possa ser bem sucedida. Com a palavra, Pérola:

Minha dica é a seguinte:

Durante a gestação procure um pediatra especializado em aleitamento materno e converse bastante com ele.

Quando o bebê nascer, ter um pediatra com conhecimento em aleitamento de verdade, que saiba orientar, observar a pega, avaliar o bebê e o ganho de peso sem o "terrorismo" das curvas de crescimento é fundamental! Se na primeira dificuldade com as mamadas ou com ganho de peso, o pediatra te receitar leite artificail, saia correndo... É furada e o aleitamento está em risco! Pediatras "do bem" são fundamentais! E nada de ficar dando ouvidos às "dicas" que sabotam o aleitamento que vão desde o famoso leite fraco ao choro de fome!!!

Fundamental: informação de qualidade e profissionais especializados!!!

Uma ótima SMAM para todas essas mamães queridas e empoderadas!!!

4 comentários - clique aqui para comentar:

Thaís Rosa disse...

Pérola, ótima dica, obrigada, viu!
Realmente, muitas vezes os pediatras mais atrapalham que ajuda, com terrorismos sobre peso, engorda, e etc... Nem sempre vamos encontrar especialistas em aleitamento materno, mas procurar por um pediatra que apóie a amamentação já é um bom caminho!
beijoca

Pérola disse...

Com certeza Tha!
Quem precisar de indicação, eu posso ajudar...Beijocas!

Ps. Obrigada querida "aprendiz" por nos fazer escutar!
:o)

Flavia disse...

Concordo em genero, numero e grau.

E sabe o que é pior? Não dá pra competir com o médico, porque quando você vai argumentar que não existe leite fraco, que existem outras alternativas, a pessoa sempre rebate: Mas foi o pediatra quem falou.

E quem sou eu, pra competir com o pediatra?


Beijo meninas

piscardeolhos disse...

Esse talvez seja o ponto mais importante da discussão. Eu fui levar o Noah na visita mensal ao pediatra e perguntei porque que, na maternidade, ele tinha colocado um aviso no bercinho do Noah que dizia LEITE MATERNO SOMENTE/NEM LEITE ARTIFICIAL E NEM CHUPETA.
Ele explicou que em 90% dos casos as enfermeiras estão habituadas aos pediatras prescreverem LEITE MATERNO/SOS NAN. Juro que ele me disse isso. Fiquei chocada e passei a entender o conceito de pediatra amigo da onça.

Beijos a todas