domingo, 24 de janeiro de 2010

INICIAÇÃO AO FUTEBOL



Filho, hoje teu pai te levou ao estádio pra ver o Coringão pela primeira vez! Tudo bem que é um jogo no interior, num estádio menor, mas eu tô aqui, assim, meio aflita. Ainda mais porque o tempo tá meio chuvoso, seu pai tá sem celular... sei lá, coisa de mãe. Mas era um sonho antigo do teu pai te levar pra ver um jogo, eu sempre era meio contra, mas dessa vez deixei pra ele decidir. Ele ficou um pouco inseguro, primeira vez, né, filho, é sempre assim. E o vovô (que é são-paulino) ainda ficou apavorando, dizendo pra não levar... Mas no último minuto do segundo tempo ele perguntou se você queria, você estava todo animado, ele confirmou que o estádio era coberto e decidiu te levar, mesmo sabendo que isso poderia significar não ver direito o jogo ou ter que sair antes do final: pra um corintiano como o seu pai, isso é uma prova de amor e tanto, viu, filho! Ele saiu do carro afobado, porque já estava na hora do jogo começar, te tirou rapidinho (nem deu tempo de eu te dar um beijo e fazer mil recomendações a ele), colocou você no cangote, deu um tchauzinho e foi, feliz da vida. E eu, mesmo em dúvida sobre se esse era o melhor momento para você ter essa iniciação, fiquei feliz também vendo vocês indo juntos pro jogo, e apesar de aflita, estou aqui torcendo para que o Corinthians marque pelo menos um gol pra vocês comemorarem juntos, "idal o Xúlio"**, como você mesmo disse antes de sair do carro.

**(tecla sap: "igual ao Júlio", do Cocoricó, a mais nova paixão do Caio, que, no último dvd que ele ganhou, vai ao estádio assistir um jogo de futebol com o avô).

12 comentários - clique aqui para comentar:

Dany disse...

Thaís, sempre fico comovida com essas histírias de pai e filho. Acho lindo um pai saber curtir esses momentos com os filhotes...

Paloma, a mãe disse...

Eita, é o sonho do Bernardo ir com a Ciça, só que ele queria no Pacaembu e eu nunca permiti (embora morássemos bem pertinho, eu ficava insegura com aquele mundão de gente). Agora, diz que vamos a Goiânia ver os jogos do Coringão (claaaro que ele tem a tabela inteira decorada). Pelo menos Goiânia é meio interior, talvez eu tope ir com barriga e Ciça.
Beijos e parabéns pela iniciação à altura do Caio!

Paloma, a mãe disse...

Ahhh, e quando forem a São Paulo, não deixem de ir ao Museu do Futebol. Foi a forma que encontramos de levar a Ciça ao Pacaembu sem medo de briga de torcidas (mas com clima de torcidas, o que é bom)!

Dani Garbellini disse...

Depois vem nos contar como foi na volta. hehehe

Falando sério, você foi muito forte, porque nessas horas dá uma vontade louca de enfiar a cria embaixo das asas, né não? Mas ai a gente sabe que o pai é super atencioso, que o filhote vai adorar e que isto é só o começo... Imagina daqui uns anos ele dizendo: mãe, tô indo no estádio com a turma. Vamos treinando, vamos treinando...

Bjs!

Flavia disse...

Eu adoro futebol!! Aqui em casa eu que coloquei o maridão no vicio. E levar o João para ver o Barça jogar (ops, ganhar) já está nos nossos planos... Deixa o tempo melhorar por aqui.

Agora tem que contar como foi, né?


Beijos e saudades, viu?

Roberta disse...

Que delícia de programa entre pai e filho, né? Todo pai sonha com isso. E nós, mães, lógico que ficamos morrendo de medo. Mas a gente tem mais é que relaxar, mesmo. Deus protege as crianças.
Beijos

Cristina João disse...

Menina adorei esse blog e virei fã!
Eu sei exatamente o que você tá sentindo, imagina que sou daquelas SUPER-MÃES, grudentas e que cria os filhotes bem embaixo das asinhas, pois bem meus pequenos agora com 13 e 12 anos me pediram pra ir no show do AC/DC, no Morumbi_SP, em novembro/09. Quase surtei, mas achei uma alma bondosa (meu primo super cabeça) que levasse os dois e fiquei aqui em Santos-SP, rezando com o coração apertado de preocupação até a volta e sabe que os olhinhos deles tinham um brilho emocionante e eles disseram um "Brigado mãe e pai!" que me fez sentir valeu a pena!
Passa lá no RECOMADRES pra gente dividir mais histórias...
Beijocas,
Cris João
(www.recomadres.blogspot.com)

Carol disse...

Essa é uma das grandes recordacoes que tenho com meu pai. Minha mae tb morria de medo e nao deixou por mto tempo. Só fui com ele quando já tinha uns 10 anos (velha, eu sei).

Mas ó: ele tava TAO emocionado de finalmente estar ali comigo e eu de ver aquele mundao de gente reunida, gritando junta... nossa, foi demais!

depois conta como foi o final da história! teve gol? eles gritaram mto?

beijao!

Dani disse...

Adorei Thaís! Nossa é muito legal mesmo ir ao estádio com o pai! Vai ser inesquecível pro Caio!
Eu e minha irmã adorávamos ir aos jogos com o meu pai!
Sabia que eu até tenho uma foto com o Sócrates?!! Vai...poder né!
(quando passaram essa foto no meu casamento o povo quase morreu de tanto rir...eu...lá...com uniforme do Santos, bola na mão e do lado do grande Dr. Sócrates!). Beijo! Saudade também!
PS: filha...acho que nós 2 estamos atrasadas para ter o segundo rebento, né! E aí? Tá preparada para o segundo round?

Deby disse...

Gostei muito do seu blog, muito interessante, gostaria de poder trocar mais experiências, sou mãe de primeira viagem e totalmente verde para esse assunto, criei um blog para facilitar essa comunicação: http://meuprincipemeubebe.blogspot.com/

Se quiser passar lá, muito obrigada.

Letícia Volponi disse...

Eita, muito bom! Nós tb vamos aproveitar o paulista para fazer a estréia de nossa pimpolha no morumbi!!! Dá-lhe, dá-lhe, tricolor!!!

"ZZ" disse...

Graças a uma aposta que fiz com minha esposa minha filha torce para o time da mãe( são paulo) e eu vivo expectativa de um dia levar meu filho para ver o coringão também. Falta muito snifff
Seu blog é muito bom
ZZ