segunda-feira, 16 de novembro de 2009

1 ANO DE BLOG!!!!


Semana passada fez 1 ano que comecei esse blog!!! E, paradoxalmente, acho que este é o período em que ele se encontra mais caidinho, e eu mais ausente da blogosfera... Não consegui nem fazer o post de aniversário na data certa... Cest' la vie.

Quando comecei este blog, eu era uma recém-saída da concha da licença-maternidade (ainda pouco convicta se realmente queria voltar a trabalhar), Caio tinha exatos 7 meses, iniciava sua aventura no mundo dos sabores gastronômicos para além do leitinho materno e eu penava com a nova fase. Era um momento em que as milhares de novidades e transformações de um bebezico começavam a ser curtidas de um jeito diferente, sem toda aquela imersão inicial. Iniciávamos - eu, ele e o papai - uma nova etapa em nossa relação de familinha, cheia de tropeços e inseguranças, mas deliciosa: Caio se desprendia um pouquinho de mim, começava a ter corpo e alma alimentados de outras maneiras para além do mamá, o papai se inseria nessa nossa relação umbilical de uma nova maneira, passando a dividir comigo os momentos de alimentá-lo (dando meu leite enquanto eu ia trabalhar, depois participando ativamente da introdução de alimentos).

Uma fase de abertura, de transformação, de aprendizados diferentes dos primeiros meses. E eu deixava, aos poucos de ser uma pessoa mono-assunto: além da maternidade, do parto, da amamentação, do bebê e tudo o que diz respeito a esse universo, eu voltava a ter assuntos de trabalho, pelo menos. Rá! Mas, na verdade, estava difícil "mudar de assunto", comecei a me dar conta que talvez eu estivesse me tornando uma chata, nada me interessava tanto quanto conversar sobre as fases do bebê, trocar experiências com outras mães, saber como fulana resolvia o problema da assadura, como ciclana fazia a rotina do banho, como beltrana tinha introduzido as papinhas, etc e tal. Mas nem todos ao meu redor estavam nessa vibe, então fui ficando mais contida, me controlando e procurando interagir socialmente para além da mãe que havia me possuído por completo. Sei... Canalizei esse papo todo mais para o mundo "virtual", e é aí que entra esse bloguito.

Desde o nascimento do Caio, eu participava de uma lista de discussão de mães e bebês, era bem bacana (as listas também foram fundamentais durante a gestação, quando eu ainda não conhecia a blogosfera), um super canal ao qual eu recorria para desabafar, tirar dúvidas, trocar experiências. Mas com a volta ao trabalho (e uma certa "perda de foco" da lista em questão), fui me afastando da lista, minha caixa de emails foi entulhando, deixou de funcionar. Em paralelo, durante a licença eu tinha tomado contato com a blogosfera materna através do blog das Mamíferas. Nessa mesma época conheci o blog da Nau, e passei a acompanhar o crescimento da Ana Clara, que é alguns meses mais velha que o Caio, e era bacana ver o que vinha pela frente para ele. E tinha o blog da Camila, amiga real que mudou pra longe, onde eu acompanhava as peripécias da pequena Olga. Mas, na verdade, não sabia muito bem como funcionava, ainda não tinha sacado a grande rede que pode ser a blogosfera. Eu frequentava um ou outro blog e ponto, nem comentava, nem entendia pra que os comentários serviam.

Até que as Mamíferas abriram o blog para "Mamíferas Convidadas", eu já estava querendo começar a escrever algumas coisas sobre o turbilhão que tinha me invadido desde o nascimento do Caio, foi perfeito: em outubro do ano passado elas publicaram um textinho meu, e eu adorei a experiência. Daí resolvi tentar criar um blog. Fui fuçando daqui, fuçando dali, até que entendi como criar o dito cujo. Postei o mesmo texto que saiu no Mamíferas, pra testar, ver se ia funcionar. No dia seguinte declarei "oficialmente" inaugurado o blog: embora no post de "abertura" eu fale sobre "trocar experiências", não sabia direito como isso poderia acontecer, afinal, não tinha leitores e nem tinha pretensão real de tê-los, para além dos familiares e amigos distantes fisicamente, que há tempos cobravam uma forma de acompanhar o crescimento do Caio mais de perto. Então, inicialmente eu escrevia como uma forma de canalizar toda aquela vontade de falar sobre a maternidade (poupando o maridón, os amigos e os familiares do mono-assunto), de registrar momentos, fases, transformações do Caio e de compartilhar esses momentos com os mais chegados. Era uma coisa meio solitária, porque os poucos parentes e amigos "reais" que liam não conheciam muito bem (assim como eu) o universo de um blog, e raramente comentavam. Mas acompanhavam religiosamente, choravam, elogiavam, ligavam para saber mais detalhes de algo que eu contava no blog, e me animavam a continuar escrevendo.

Daí, em algum momento que não sei bem como e quando, alguma coisa mudou. Pessoas "estranhas" (rá! vocês!!) começaram a chegar por aqui. Mães blogueiras, super bacanas e participativas, a fim de trocar figurinhas. No começo, estranhei. A primeira a aparecer, retribuindo um dos primeiros comentários que fiz blogs maternos afora, e me ensinando indiretamente um pouquinho sobre como funcionavam essas trocas na blogosfera, foi a Ju (e como o mundo é pequeno, descobrimos depois que somos meio parentes! rá!). Não lembro bem como cheguei no blog dela (Desculpas de Mãe), mas foi um dos primeiros que conheci depois de ter entrado na blogosfera, junto com o Pacha Mama e o Pequeno Guia Prático. Desses, eu cheguei no Astronauta, e a Flávia foi minha primeira "amiga-virtual-mãe-blogueira": foi uma coincidência engraçada, eu tinha acabado de conhecer o blog dela, me identifiquei totalmente e linkei aqui, sem nem falar nada para ela, sem nunca ter comentado no blog dela (aliás, fiz isso com vários blogs, só depois fui me ligar que era bacana comunicar/consultar os blogueiros antes...). No mesmo dia ela apareceu por aqui, curtiu, se viu linkada, deixou um comentário fofo e me linkou. E depois disso, de uma hora pra outra, esse post foi a porta de entrada de outras leitoras: a Rê (Lilata) chegou através do Astronauta, a Mari retribuiu uma visita, depois apareceram a Rebeca (que tá sumida!!) e a Nat. No post seguinte elas voltaram a aparecer; logo ganhei meu primeiro selinho da Flávia e foi o mote pra fazer contato com duas blogueiras cujos blogs eu acompanhava, mas nunca tinha comentado (Nau e Micheliny), e retribuir o incentivo - mesmo que inconsciente - da Ju, da Mari e das Mamíferas na minha entrada na blogosfera.

E assim foi. Pelo blog da Flá e da Mari começaram a chegar outras visitas, e fui conhecendo outras blogueiras (e blogueiros) também. Algumas só passaram ou passam de vez em quando por aqui, mas já deram seu alô: Sheila, Elisabeth, Daniela PSF, Nat, Karenina, Val, Alessandra, Vânia, Juju, Jaque, Marcia, Ana Paula, Ondina, Nanda, Mãe da Elisa, Solange, Amandica, Karina, Sabina, Isadora, Mãe em Ação, Fudeu tô grávida, Cath, Bia, Patrícia, Vi, Avassaladora, Roberta, Katarina, Cris, Carol, Din, Giovana, Anne, Neural (o único papai, além do maridón, a comentar por aqui até hoje!)........

Outras ficaram, às vezes mais, às vezes menos, mas nos "encontramos" sempre blogosfera afora, somos quase íntimas (rá!) e queremos saber tudo dos "sobrinhos virtuais" (como apelidou a Rê): Flá (do João), Rê (do André e da Mariana), Mari (da Alice), Nau (da Ana Clara), Micheliny (da Nina e do Theo), Chris (do João Marcelo e menininha, sumida!!), Dani (da Nina), Fernanda (do Pitoco), Letícia (da Laura), Roberta (da Luísa), Pérola (dos bacurizinhos), Paloma (da Ciça), outra Paloma (da Isa), Dani (do Arthur), Lia (da Mila), Dany (do Caio), Roberta (do Noah), Cynthia (do Arthur), Ju (do Heitor), Maricotinha (da Ana), Lê (da Sofia - que também sumiu!!), Ellen (da Amanda e da Hannah), Isa (do Antonio e da Valentina), Mãe Aprendiz e Mari Tezzini (que têm aparecido com frequência ultimamente!), a "Grávida", e as futuras mamis Luíza Diener e Pati Boudakian........ (se esqueci de alguém que tá sempre aqui, perdoem!!!). Tem também a Taís Vinha, a Ombudsmãe, que já virou referência de blogagem materna séria e antenada com as principais questões que nos dizem respeito, e outros blogs maternos e paternos que frequento e adoro, mas que a relação ainda é de mão única, e por isso não registro aqui nesse momento.

Têm ainda os seguidores - parte deles são esses que registrei, e que tenho procurado conhecer, outros nunca se manifestaram por aqui, mas fico feliz que curtam o blog. Quando tenho um pouco mais de tempo (o que não é o caso, ultimamente, infelizmente), gosto de conhecer melhor as pessoas que passam por aqui, retribuir as visitas, estreitar um pouco mais os laços. É claro que é impossível saber todas as visitas que o blog recebe, ainda mais quando não deixam comentários, e nem todos os que passam por aqui têm afinidade suficiente para aprofundarmos minimamente uma relação "virtual", mas a experiência de conhecer pessoas e trocar experiências através do blog tem sido bem legal. Às vezes bate uma nóia, maridón fica falando da super-exposição, há todos os riscos da internet... mas ainda não avancei muito nessa reflexão, quem sabe um bom tema pra trocarmos figurinha mais pra frente.

E, enquanto isso, os parentes e amigos "reais" foram ficando ainda mais raros nos comentários do blog... Sei que vários acompanham, cotidiana ou esporadicamente, porque vira e mexe comentam pessoalmente comigo, mas eu quase nunca fico sabendo que passaram por aqui... Até hoje, só marcaram presença a Sir, a Flá, vovó Minês, vovô Sérgio, a Mê, a Tia Zuka, a Mary, a Magá, a Camila, a Crisilds, a Marina, a Fer (da Ju), a Charque, a Bi, a Tati e a Mari.

Tudo isso pra dizer, gente, que A-DO-RO quando vocês aparecem, principalmente quando comentam, porque acho bem bacana saber quem passou por aqui e, mais ainda, trocar idéias com vocês, através dos comentários e dos posts (que muitas vezes nascem de comentários). E que, nesse 1 ano de blog, essa troca intensa só me acrescentou aprendizados, que hoje é o próprio espírito desse blog aprendiz.

Então, pra todos nós que nos encontramos aqui, Feliz 1 ano de blog!! E que venham outros!!


[e, inspirada no que fez a Flá, e depois outras blogueiras, lanço a pergunta a quem quiser responder, a quem quiser aproveitar este momento para ampliar nosso canal de comunicação: quem é você que me lê? De onde vem, para onde vai... como chegou por aqui, porque ficou? tem filhos, quer tê-los? Fala que eu te escuto!!!!!!!! Rá!!]

29 comentários - clique aqui para comentar:

Dani disse...

Parabéns Thaís!
A-M-O de paixão seu blog, suas histórias, suas lições! Ah...e adoro acompanhar o Caio, todo lindo, crescendo!
Beijo querida!
Dani, mãe da Nina, sua vizinha de interior, que chegou aqui através do pequeno guia da Mari (eu acho!)
PS: você não acha que esse aniversário de blog, meu e seu, não merece um encontro real entre a gente e nossos pequenos? Vamos convocar as mães do interior? Outro beijo!
Dani

Carol disse...

oiee!

eu sou a Carol, de Buenos Aires, futura mommy atual "tentante" e te achei... nao me lembro como foi! mas to sempre por aqui, viu? E to sempre tb lá no meu blog: http://carolesuasbabybobeiras.blogspot.com/ (que eu só divulgo aqui pq tá desabilitado no meu perfil!)

e, assim como vc, adoro a comunidade mommy-blogueira, acho o máximo o contato e todas já sao parte da minha vida!

beijo e parabéns pelo 1 aninho de blog!

Mariana Tezini disse...

Em primeiro lugar PARABÉNS pelo primeiro aniversário!
Sou a Mariana, mãe do Caetano que fará seis meses terça (24/11). Como vc disse (achei chique demais essa citação) tenho vindo mais ultimamente porque adoro ouvir as histórias de outros filhos, além dos dramas das mães. Como uma boa mãe coruja fiz um blog pra guardar as lembranças do pequeno, daí a gente vai lendo os blogs de outras mãe e trocando experiências e percebendo que as dúvidas são muito parecidas. Fiz algumas amizades lindas através desse meio. Acho que cheguei aqui pelo Mamíferas.

É isso, adoro essa "irmandade" das mãe blogueiras e as amizades reais que elas trazem.

Aahhhh....A-d-o-r-o os seus: Rá!

Jaqueline disse...

Parabens Thais!!!!!
olha, que legal, eu tambem estou no post!

Então,como vc ja sabe, moro na Australia com meu marido e filho (os dois são australianos), mas sou do interior de São Paulo.

O meu Caio tem pouco mais de 7 meses.

Pra falar a verdade não sei como cheguei aqui, mas fiquei porque me identifiquei!

=D

beijo

Dany disse...

Parabéns pelo lindo blog!

Vamos lá pro "fala que eu te escuto"...hehehe

Eu sou a Dany (do Caio) e eu tô lá no post! Oba! :-)

Eu sou do RJ e meu Caio tem 6 anos!
Eu tb não lembro bem como te achei, Thaís, mas lembro que foi amor à primeira vista! rs
Primeiro, suas histórias são ótimas, vc escreve muito bem e tem um filho com o mesmo nome do meu!
Foi assim... :-)

Mil bjs e muitos anos de blog!

Dani Garbellini disse...

Parabéns pelo aniversário do blog, Thaís! Eu cheguei aqui, fui linkando, fui ficando... adoro! Como Caio e Arthur tem quase a mesma idade (Arthur está completando 18 meses hoje), super me identifico com vocês, seu blog e me faz super bem trocar figurinhas contigo.
Beijos interiorrranos!
Dani (do Arthur)

Paloma, a mãe disse...

Êêê, parabéns pelo primeiro ano do blog! Não me lembro como cheguei aqui, mas cheguei, li e gostei. Continuo gostando (e lendo e chegando). E penso que, se tivesse lido blogs assim desde a gravidez, as coisas seriam um pouco mais fáceis. Sorte de quem começa a ler antes.
Beijo grande da mãe da Ciça!

Renata disse...

Parabéns. Torço pra que esse blog ainda comemore muitos e muitos aniversários pra gente poder acompanhar esse lindo por muito tempo.
Como vc disse, cheguei aqui pela Flavia e nunca mais fui embora...rsrsrs!
beijos, querida

Mari disse...

parabéns pro blog!!!
(acabo de descobrir que a "mãe do pitoco" chama Fernanda :-O )
bom, acho que cheguei aqui retribuindo uma visita mesmo, e nunca mais larguei...
beijo!

Flavia disse...

Viva as amizades reais-virtuais!!! Viva!!!

Preciso dizer que eu adoro o Aprendiz de Mãe?
ADORO. Né? E adoro você também e as coincidências que me trouxeram até aqui, e o Caio, (claro!) que é o meu companheiro de dia de aniversário!

Longa vida ao blog!!

muitos beijos e Parabéns!!

dannah5 disse...

Aeeeeee, parabens!!!! Um ano de maternidade virtual, eu acho muito importante para manter a sanidade, como vc disse nem todo mundo quer ouvir tanto de filho ou bebes, e nós estamos sempre encantadas com as descobertas dessas pessoinhas e querer dividir isso faz parte, senao a gente explode!hehe
Eu gosto de falar de muitas coisas mas confesso que acabo sempre falando de filhos, posso ate fugir um tiquinho do assunto mas nao tem jeito, 90% do tempo sou mae, isso tem q aparecer de alguma forma, os 10% mulher so sentem dor atualmente, to na fase do CONDOR!

Quanto a como cheguei aqui... boa pergunta... de blog em blog, acho que provavelmente futucando os comentarios do guia pratico da Mari ou das Peripecias da Ciça com a Paloma, meu passatempo predileto eh futucar, pena q ando sem tempo ultimamente!

Beijocas pra vc e pro Caio!!

Lia disse...

Parabéns! Passo rápido, né? Lembro que a primeira vez que cheguei aqui, ainda namorando a ideia de engravidar, seu blog era novinho, novinho... E tem mono-assunto mais legal que maternidade?! Trabalho é que é chatoooo hahaha
Beijos
P.S.: não sabia que tinha de avisar o pessoal quando linkava... agora já era. Linkei trocentas pessoas sem avisar.

Christianne disse...

Thaís, andei sumida mesmo, querida, mas voltei há alguns dias. E sempre perambulo por aqui. É muito bom comemorar um ano de blog!!! Exige persistência porque nós, às vezes, estamos envolvidas com tantas coisas que não conseguimos dar conta!!! Que seu blog comemore muitos outros aniversários porque suas experiências nos inspiram!!!
Beijo!!!!!!!!!!!!!!

Avassaladora disse...

Oi,
Eu sou a Flávia Avassaladora, não sei como cheguei aqui, mas como nosso "mono-assunto" é o mesmo, sempre estou te lendo! Às vezes não comento por não ter coisas produtivas a dizer ou por estar sem tempo mesmo...
Tenho meu blog há mais de 5 anos e apesar dele não ser só a respeito do pequeno Gui, gostaria muito das suas visitas!!!
Abraços e parabéns por esse ano!!!

Mãe em ação disse...

Parabéns!!!!

Ronise Vilela disse...

Sempre te visitei, mas lembro se postei, pois visito muitos blog "maternos".
Bjs,

Ronise
www.maesomudadeendereco.zip.net

Paloma disse...

EBA!!! Festinha!!! Parabéns pelo 1 ano de blog. Que venham muitos outros. Assim como a Palomita, não me lembro como cheguei até aqui, mas cheguei, gostei e fiquei...heheeh...bjos pra você e pro pequenino
Paloma e Isa

Val disse...

Oi, Thaís,
Sou a Valquíria, mãe do Arthur, de 2 anos e 7 meses. Criei um blog para registrar as peripécias do meu pequeno, antes de conhecer essa "blogosfera materna", depois de ter aprendido a fazer um ainda na Faculdade. A partir do meu, fui conhecendo outros, e o seu foi um deles. Não sei como cheguei até aqui (acho que pelo relato do seu parto), mas sei muito bem porquê fiquei: seus textos muito bem escritos, que nos transmite realidade, como se estivéssemso vivendo a cena e, assim, como se conhecêssemos vc pessoalmente. E além de tudo, acho o Caio um fofo e super esperto. Bjos.
Ah, sou de Juazeiro, interior da Bahia.

Mãe do Pitoco disse...

Amei ter se lembrado da gente, viu? E amamos mais ainda ter feito esta amizade virtual, mas cê tá me devendo um e-mail para sanar minha gastrite, hein? hahaha Brincadeirinha. Adoro vcs, mesmo que não leiam e-mails, viu? hahaha Beijocas nos dois

Cynthia Santos disse...

Ai, Thais, que delícia de texto! E que memória!!!
Queria conseguir lembrar o que almocei ontem...ahahahaha
Adoro seu cantinho, nem lembro como cheguei aqui, é que quando curto um blog, devoro ele todinho e depois vou clicando nos links e viajando... e adorei ter chegado no seu!
Bão... eu sou a Cynthia, mãe do Arthur (uma delicinha de quase 10 meses), sou uma paulista de coração capixaba, fiquei aqui porque me identifiquei muito com você e adoro seus textos!Ainda pensando se encaro mais um bebê (ainda traumatizada pelos primeiros meses...ehehehe)
Enfim, um super abraço pelo primeiro ano do blog, e que ele dure uma vida!!!
Beijo grande!

Magaly disse...

Tha,
super parabéns!! Já te disse que tenho uma "inveja boa" desses registros tão bacanas que vc faz da sua experiência com o Caio. E a gente realmente aprende com eles enquanto vc também vai aprendendo... muito legal!
Eu sempre passo por aqui e quase nunca comento, é verdade... vou tentar ser mais "participativa"!
Sugestão: que tal aproveitar o aniversário do blog e resolver aquele probleminha dos links das suas companheiras-mães-blogueiras-amigas virtuais que estão desativados?
Beijão!!

Karina Mih disse...

Oee! Nem lembro como cheguei até seu blog, é aquela coisa de um blog leva a outro e vim parar aqui! hihih
tbm sou mãe de um principezinho de 1 ano e 4 meses, e tb tenho um blog que fala "d tudo um pko"...uma verdadeira farofa...rs
Gostei mto do seu texto e vc tem uma otima memoria para lembrar assim de todos q comentam..rs, eu tbm sempre tento retribuir os comentarios, espero passar por aqui mais vezes!!
Bjus
E parabéns pelo aniversario do blog!

Dany disse...

Thaís, dediquei um selinho a vc no meu blog!
Beijocas pra vc e pro lindão do Caio!

Roberta disse...

Parabéns, Thaís, pelo primeiro ano de blog!! Você, como sempre, tão carinhosa.
Beijo pra você e pro Caio
(comentário atrasado esse, né. Mas é que eu também andei meio atolada e desnaturada... rsrsrs... beijos)

Patrícia Boudakian disse...

aiiii... adorei, né e me senti toda especial ao ler meu nome todo fofo "Pati Boudakian" adooooro. Sou visita garantida por aqui e nunca deixarei de vir. amooo!!! beijos.

Fabi disse...

Oi Thaís, eu sou mãe de Laura de 9 meses,pulando de blog em blog parei aqui e fiquei..rsrsr Não sou blogueira mas amo acompanhar todas vcs, aprendo, me emociono, me divirto..delícia!Vida longa ao blog!Prometo participar mais!

JULIANA disse...

Ah que demais! Heitor tem tia virtual! ehhhhhhh!
Eu AMO esse blog!
Beijos

Mãe aprendiz disse...

Oiii. Bom. primeiro Parabénsssss pelo niver do blog, que adoro. Acho que cheguei aqui através de um blog que vi por um acaso também, gostei e assim fui lendo outros e me identificando.Eu abri o blog, quando meu pequeno tinha 4 meses, não sou de escrever muito, acho que não tenho esse Dom lindo que tantas tem aqui.Por isso, minha participação é mais em comentários do que escrever relatos, pq sempre que venho aqui venho correndo, pois meu baby dorme muito pouco. Falando de mim agora..rsss Engravidei aos 39 anos,rsss fui mãe aos 40 e meu pequeno fez 9 meses ontem.......,mas apesar da idade,rsss me sinto uma adolescente no quesito mãe, a cada dia aprendo muittto aqui com vocês , não tenho mais minha querida mãe para me ajudar, mas encontro aqui cada dia uma MAE que relata suas alegrias e dificuldades e com isso me ajuda nos momentos mais difíceis que passei. Beijosss e quando quiser meu email está a disposição.

Letícia Volponi disse...

Thais, parabéns atrasado.
Tb estou tentando por a leitura em dia!! Ah, e obrigada pela lembrança, viu?

Bjo