domingo, 23 de janeiro de 2011

DAS DELÍCIAS DE UMA SEGUNDA GRAVIDEZ


Caio está curtindo muito a gravidez e, principalmente, o barrigão. Todos os dias, em vários momentos, mas religiosamente quando acorda e antes de dormir, ele beija a barriga, faz carinho, conversa com "o nenê" ou "o irmãozinho", como ele fala (ele tem certeza que é menino), com a boca colada no meu umbigo saltado, e eu fico ali, curtindo, estimulando, me emocionando.

Essa coisa dele usar o umbigo como canal de comunicação com o bebê foi algo que me tocou desde o início, quando a barriga ainda era decorrência da falta de vergonha na cara exercícios: pra ele, o umbigo funciona como um microfone, um amplificador, o umbigo É o nenê, é o que materializa a coisa toda. Acho fascinante, pois, de certa forma, é mesmo, é o elo maior de conexão física entre mãe e bebê, e achei incrível essa captação instintiva do pequeno. Viagens de mãe-grávida, emotiva que só.

Daí que, outro dia, no meio de uma dessas sessões de carinhos, beijinhos e conversas sobre a barriga e "o nenê", ele solta: "depois o nosso nenê vai nascer, né, mamãe?" Mas, antes que eu pudesse responder, ele olha pra mim com carinha de dúvida e diz, meio que se corrigindo: "o SEU nenê...". Eu incentivo: "NOSSO nenê filho, é nosso sim!"

E ele, todo feliz, repete, seguro de si: "é o nosso nenê, o nosso nenê!" E beija a barriga até não poder mais, enquanto eu me delicio, emocionada.

14 comentários - clique aqui para comentar:

Nádia disse...

Thaís

Lindas as suas palavras sobre a 2a gravidez! Adorei seu comentário no meu blog, quanto carinho!!!

Realmente, precisamos escrever mais sobre essa interação especial entre os irmãos que acontece desde o ventre. Muito BOM dividir essa experiência com vc!

Adorei a frase de Caio e a sua resposta pra ele! Sua responsabilidade feminina é ainda maior que a minha!(rsrsrs)

Precisamos educar os meninos para uma paternidade cada vez mais sensível e participativa, como vc está fazendo tão bem! Parabéns!

Bjos!

Micheli disse...

Que post lindo! Realmente deve ser uma emoção viver tudo isso ao lado do filhote! Aproveita e curta muito! Com certeza ele e o bb no futuro irão adorar ler esses registros.
Um beijo.

Dani Garbellini disse...

Thaís, fiquei muito emocionada. Que lindo tudo isso! E que bom Caio estar esperando o bebê como dele também.

Por aqui Arthur está numa fase de pedir insistentemente uma irmãzinha, fica pedindo para a gente fazer um bebê. Aff!

Engraçado que desde sempre ele fala que terá uma irmãzinha. Será?

Beijos em você, no Caio e na barriga

Renata disse...

Ai que fofo!!! Depois que nascer emociona ainda mais. O André adora falar pra todo mundo que a Naninha é dele e eu morro de orgulho :-))
beijos

Paloma, a mãe disse...

Que delícia, Thaís! Aqui a gente também fazia questão de frisar que o bebê era nosso. E hoje a Ciça tem um orgulho desta irmã que às vezes parece um pouco a mãe.
Beijos

Dani disse...

Lindo.

Eu e meu marido temos dúvidas quanto a um 2 filho pelo trabalho, gastos, distanciamento do casal.

Mas quando escuto histórias de irmãos, fico pensando que tenho que proporcionar ao meu filho essa relação única.

Adorei o blog e estou te seguindo!!

Dani

Sarah disse...

Que lindo Thaís! Que fofo o carinho do Caio com o bebê... Sempre que penso no segundinho penso também em como será a reação do Bento. Espero que tão carinhosa quanto a do Caio!
beijos

Natalia disse...

E como não se emocionar?

Lindo. E se a gravidez já é um momento todo belo e chorável (dos mais diversos choros) por si só, é muito mais quando vivenciado também por uma criança, que descobre ali, junto, o começo de uma nova fase da família, adivinhando também seu próprio recente começo...

(Quanto ao Pornopopéia, lê, sim, é excelente, mas é pauleira, viu? Sexo, drogas e rock & roll, muito mais dos dois primeiros. Sair do Galeano pro Moraes... Talvez role um impacto. Num custa dizer, né?)

Beijos!

Livia disse...

Ah, que legal encontrar alguém de São Carlos na blogosfera!!! Já estou seguindo!
bjos

Karen disse...

Que coisa mais fofa! Me identifiquei muito com você já que estou também na minha segunda gravidez (quase no final, na verdade) e minha princesinha está se saíndo um doce de irma. Ela nao se comunica pelo umbigo, mas faz uma festa cada vez que vê minha barriga sem roupa (estamos na Alemanha, em pleno inverno, entoa nao é muito frequente, hehehehe).
Comecei um blog há pouco tempo, se puder faca uma visitinha também!

Um abraco!
Karen

http://multiplicado-por-dois.blogspot.com

Tathyana disse...

Oi Thaís, que legal o que vcs estão fazendo com Caio. É super importante ele se sentir parte do processo do segundo irmão e compreender da maneira dele que vai somar com a vida desse serzinho que vai chegar. Isso ameniza e muito as crises de ciúmes entre irmãos.

Adorei seu comentário no meu blog. Seja benvinda. Vou te adicionar aos meus preferidos.

Bjssss.

Nine disse...

Ai que coisa fofa! Vcs que já estão na segunda gravidez e contam essas pequenas coisinhas do dia a dia me incentivam a planejar um segundo filho logo, logo!

Fiquei emocionada de ouvir essa tiradinha do Caio!

Beijos,
Nine

Anônimo disse...

nossa que emoção profunda , da até vontade de repetir a dose mas sem coragem ... muito boa sorte pra vcs familinha linda abraços e beijinhos nesse barrigão fe da ju kkkkk

Vanessa Ribeiro disse...

Thaís querida, que lindo ler este post.

Eu e Rémi já começamos a falar sobre a hipótese de uma segunda gravidez e te juro que acho que vou curtir um montão.

Beijos e obrigada pelo carinho lá no blog.
Van

www.coisasminhas.com